Viagens Sustentáveis — 12 Maneiras Corretas De Como Fazer.

Criamos uma lista com as 12 Maneiras Corretas De Fazer Viagens Sustentáveis, muitos de nós já vivemos vidas bastante eco-conscientes. Você pode ter trocado para uma xícara de café reutilizável ou pegar transporte público, você pode dizer não aos plásticos de uso único e usar um fornecedor de energia verde.

Viagens Sustentáveis

Agora é a hora de construir uma indústria de turismo melhor e mais responsável – só precisamos fazer algumas mudanças fáceis.

Isso é ótimo, obviamente, e as empresas estão finalmente mudando o que fazem também.

Mas uma coisa que não devemos ignorar – e é bastante importante – é o impacto das nossas férias.

Assim, com a COP26 apenas começando em Glasgow, agora é um bom momento para pensar sobre as emissões de carbono e resíduos e outras coisas ruins certificadas produzidas pela indústria de viagens.

Felizmente, existem muitas maneiras de explorar o mundo sem danificá-lo e, muitas vezes, você também poderá fazer sua parte para apoiar as comunidades locais.

Aqui estão 12 dicas a serem consideradas ao planejar sua próxima viagem: então leve seu protetor solar ecológico e desfrute de uma escapadela devidamente verde.

Viagens Sustentáveis: Como Ser Um Turista Melhor

1.  Escolha Um Destino Que Esteja Trabalhando Para Ser Mais Sustentável

Muitos países e cidades estão reduzindo corajosamente suas emissões de carbono. A Costa Rica é um excelente exemplo, pois já está gerando 98% da eletricidade por meio de energia renovável – além de mais de 25% desse país biodiverso já ter sido declarado zona de conservação.

A capital da Dinamarca, Copenhague, apresentou duas das iniciativas de viagens sustentáveis ​​mais impressionantes da Europa, incentivando a prática da agricultura orgânica e construindo CopenHill: uma pista de esqui, snowboard e caminhada no centro da cidade que transforma lixo em energia para abastecer dezenas de milhares de casas e empresas. E mais: mais de dois terços dos hotéis da cidade possuem um ‘eco-certificado’.

2.  Embalagem Essenciais Para Itens Essenciais

Se você planeja passar a maior parte do tempo na praia ou no mar, certifique-se de investir em protetor solar adequado para os recifes.

Ingredientes como oxibenzona e octinoxato podem ser prejudiciais à vida marinha, por isso é importante escolher produtos sem produtos químicos que não apenas protejam sua pele, mas também cuidem do oceano.

Organii SPF 50 Sun Milk, Green People’s sem perfume e Hawaiian Tropic Mineral Nourishing Milk SPF30 são ótimos exemplos.

Encher um conjunto de recipientes reutilizáveis ​​com xampus, condicionadores e hidratantes de casa evitará a necessidade de plásticos descartáveis.

3.  Fique Esperto Com Suas Roupas

Embora possa ser tentador embarcar em uma maratona de compras antes do feriado, a moda rápida é um dos maiores dilemas de poluição e clima que enfrentamos.

De fato, de acordo com o Fórum Econômico Mundial, 73% das roupas produzidas em todo o mundo acabam em aterros sanitários.

Se possível, embale roupas que você já possui. Se você comprar roupas que não pretende usar novamente, mantenha-as em boas condições e entregue-as a um banco de roupas local ou inscreva-se no Thrift Plus, um mercado de roupas usadas que doa os ganhos para uma instituição de caridade de sua escolha.

4.  Escolha Trens E Ônibus Em Vez De Aviões

Com uma porcentagem menor de voos em ação devido a restrições de viagens em andamento, agora é a chance de explorar outros métodos de transporte.

As viagens domésticas de trem e ônibus podem adicionar uma tremenda aventura às suas férias e são especialmente divertidas para as crianças. Indo longe?

As decolagens e aterrissagens são as piores para as emissões de carbono – então voe sem parar sempre que possível.

Algumas companhias aéreas, incluindo a Cathay Pacific, estão investindo em aeronaves com eficiência energética e biocombustíveis, enquanto a KLM substituiu antigos aviões 747 que consomem combustível por aviões de jato duplo.

5.  Verifique As Credenciais Do Seu Hotel

Infelizmente, é fácil colocar um logotipo ‘eco’ em um site sem ter as políticas em vigor para apoiá-lo, mas as empresas genuínas com consciência ambiental discutirão orgulhosamente seus procedimentos on-line.

Reserve em resorts, hotéis e pousadas que mantenham tais medidas. Se você não tiver certeza de sua posição, não há mal nenhum em perguntar.

Algumas questões a serem consideradas são: eles obtêm produtos de agricultores locais ou cultivam seus próprios alimentos? Eles promovem e fazem parceria com empresas locais?

Eles retribuem regularmente por meio de eventos comunitários e contratam trabalhadores locais? Eles criaram habitats de vida selvagem em suas terras? Os plásticos descartáveis ​​são proibidos?

6.  Mostre Respeito Pela Cultura Local

A melhor maneira de mostrar apreço pelo lugar que você visita é respeitar seu modo de vida. Antes de ir, passe algum tempo pesquisando a história e a cultura – reconhecendo o positivo e o negativo.

Ao visitar edifícios religiosos, vista-se adequadamente – muitos lugares exigem que os visitantes cubram os ombros e acima dos joelhos.

Também vale a pena pesquisar as datas para ficar por dentro dos grandes eventos que acontecem durante a sua estadia.

Por exemplo, em partes da Malásia, Indonésia e Oriente Médio, a maioria dos restaurantes – fora dos centros turísticos – fechará durante o dia durante o mês do Ramadã, enquanto os moradores estão em jejum.

7.  Coma Alimentos Locais E Sazonais

Comer produtos locais, ou seja, da época, não só apoia uma indústria alimentar mais sustentável, mas também investe em pequenos negócios.

Esta é uma das melhores maneiras de ser sustentável nas férias. Mergulhe na variedade de comida regional em oferta e desfrute de produtos frescos.

Vá a mercados de agricultores, reserve restaurantes da fazenda à mesa ou coma em vinícolas e cafés da fazenda – até experimente frutas e vegetais que você nunca viu antes.

Dê o seu costume aos estabelecimentos que apoiam os agricultores locais, cultivem as suas próprias colheitas e compre os mariscos dos pescadores usando métodos de vara e linha.

8.  Vá Observar A Vida Selvagem Com Um Especialista

As experiências com a vida selvagem feitas da maneira certa podem ser coisas alucinantes e de lista de desejos.

A chave é organizar sua viagem com um especialista em vida selvagem treinado que conheça os habitats locais e coloque o bem-estar dos animais em primeiro lugar.

Pergunte aos operadores sobre seus métodos de segurança da vida selvagem e, quando estiver em um safári, tente não pressionar seu motorista a aproximá-lo.

Aprender sobre comportamento e fisiologia animal pode ser a parte mais divertida da experiência.

Ao incentivar e apoiar os guias turísticos que cuidam da vida selvagem e do meio ambiente, você está ajudando a preservar essas experiências para as próximas gerações.

9.  Coloque Seu Dinheiro Nas Mãos Certas

Não há melhor maneira de dizer “obrigado” do que apoiando as empresas locais. Afinal, essas são as pessoas diretamente impactadas pelo turismo.

Isso significa procurar e fazer compras em mercados, fazer reservas em restaurantes familiares e ficar em pousadas e pousadas em vez de hotéis de grandes redes.

Se possível, evite grandes centros comerciais, estabelecimentos governamentais e cafés encontrados em todo o mundo – eles já têm muito investimento em andamento.

Ao comprar de empresas locais, seu dinheiro voltará para a comunidade que o está hospedando.

10.  Faça Caminhadas E Ande De Bicicleta Em Passeios Locais

Reduzir as emissões de carbono é algo que todos devemos considerar – e encontrar formas alternativas de explorar cidades e regiões é um ótimo ponto de partida.

Passeios a pé são muito populares na Grã-Bretanha – confira esses destaques em Pembrokeshire, Edimburgo e Londres – enquanto muitas cidades europeias seguras para o trânsito, incluindo Alesünd, Avignon, Budapeste, Copenhague, Hamburgo e Helsinque, incentivam os visitantes a passear de bicicleta.

11.  Compre Lembranças De Artistas Artesanais

Os centros de viajantes costumam estar repletos de lojas de souvenirs que vendem presentes e lembranças maravilhosos e coloridos – mas, na maioria das vezes, esses produtos são feitos em massa e por pessoas que trabalham no máximo de horas por um salário mínimo.

Em vez disso, opte por comprar em mercados de artesanato, onde os artistas locais são celebrados e podem exibir com orgulho seus trabalhos de arte, artesanato e design.

Dessa forma, você sabe que está recebendo produtos genuínos e que o artista está sendo pago diretamente.

Não compre produtos de origem animal, independentemente de sua importância para a área, pois isso apenas incentiva a visão de que os animais podem ser usados ​​para empreendimentos lucrativos.

12.  Evitar O Voluntariado E Dominar O Turismo Responsável

Os projetos de turismo voluntário operam pedindo aos turistas que paguem uma taxa fixa para trabalhar com comunidades desfavorecidas, geralmente ajudando em orfanatos, escolas ou santuários de animais.

Infelizmente, descobriu-se que muitos desses esquemas exploram locais desfavorecidos para manter esses projetos lucrativos de turismo voluntário, geralmente em detrimento do desenvolvimento da comunidade.

É melhor investir seu dinheiro nas comunidades que você encontra pagando de forma justa – e sem trocas – por seus serviços.

Se você ainda deseja ser voluntário, procure uma organização que vincule turistas com treinamento específico para trabalhar com trabalhadores locais que desejam aprender essa habilidade específica.


Veja Também: Canadá – O Que Fazer No Parque Nacional de Banff?